sexta-feira, 27 de Maio de 2011

  • DOUBLE PLEASURE

I am looking for roman coins of Didius Julianus (max. May of 193 AD), Antoninus Bassianus (max. 198, 201m 211 and 212 AD), Septimius Severus, Clodius Albinus, Ophelius Macrinus, Diadumenianus, Antoninus Eliogabalus, Severus Alexandre. I buy coins of the IV Legio Scythica.

Image: The kiss, Rodin

terça-feira, 24 de Maio de 2011


My heart is a place of prayer... says the poet.

Mo feran oyon!

quinta-feira, 19 de Maio de 2011

  • HUMANA CONDITIO
I finally got the book that will help you to understand women better: Women's Manual.
Have you got a copy?

  • I AND MY POET
I am losing weight because I want, and trust in humanity… because I need, and it grows too – I told to my poet.

Image: The poet Etienne Carjat Baudelaire

  • A KAREZA DAS QUECAS

Quecas dadas, quecas não dadas.
Quecas tentadas, e por outras sonhadas
são, ainda assim e na convicção, quecas.
E se são quecas, são karas.

segunda-feira, 16 de Maio de 2011

  • O NOMEM E AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS
Pedro Pires marca as eleições presidenciais cabo-verdianas. Só se surpreende com a marcação das eleições para o dia 7 de Agosto quem não quer ver… era expectável que assim fosse. O padrão anterior assim o indicava, e até já tinha comentado isso com pessoas amigas. Sem surpresa. Agora, Pedro Pires (que é neste momento Presidente de cabo verde em violação flagrante da Constituição da República) invocar a integridade constitucional, o não querer violar a Constituição, quando o viola todos os dias, para fixar tal data é… caricato! Não quer ficar além do mínimo, e não quer dar a ideia de que pode ficar ad aeternum em função dessa dupla gaffe constitucional da revisão de 2010.

Não se viola só um c’zinha… não!

Seja como for, o mal o menor será a eleição ter sido marcada para Agosto? Esta é uma situação, de ordem pratica e não despicienda, que pode(rá) ter influência nas eleições; daí, por razões diversas, o MPD e o PAICV desejarem as eleições mais tarde. No plano da ética política esta decisão das eleições serem realizadas no mais curto espaço de tempo possível era, no mínimo, o seria de esperar de quem foi Presidente de República de Cabo Verde durante dois mandatos e que, por usurpação do poder soberano do povo pela Assembleia Nacional (que agiu como se o sistema político cabo-verdiano fosse o que não é) e uma violação funda da Constituição, continua a ter o nomen de Presidente da República mas que, em verdade, não o é no plano de uma leitura profunda e devida da Constituição.

Isso de ser-se democrático não é (de)forma, não; é mater. E há quem não veja por não querer! E à memória vem o velho adágio sobre o "pior cego", e aqueloutro sobre o Rei que o é por ter um olho... Tudo faz sentido, se pensado e compreendido; o que, a final, não é coisa fácil quando a liberdade do outro é semântica para os cortadores do queijo. Terra de nomem se tornou a minha.  

Imagem: Blind – Paul Strand

  • V ESTAÇÃO - HUMANA CONDITIO
Há quem se lembre de rir e de chorar connosco, "antes do Vesúvio ejacular as chamas da eternidade em anónimos..."

Há coisas a que se não é obrigado, e por isso são belas; sublimes até. Gosto de falar, mas as palavras cansam-me... como se fossem o asno de Nietzsche, quase que o sendo. Quase… ao alcance da vontade, e da consciência: mudar o Mundo seria fácil, se pudesse mudar o coração de um único homem, se pudesse fazer os «imortais» perceberem que um pirilampo não é o Sol ou alimento, que ter dinheiro para uma cerveja não o mesmo que para o banquete de Henrique VIII.

Há estações em que as pessoas revelam-se belas. E depois… depois é sempre depois. Será por não fazer sentido haver uma VI Estação?

Imagem: Dora Maar, Man Ray

terça-feira, 10 de Maio de 2011

A      Paradise is very expensive... Mohamed.

segunda-feira, 2 de Maio de 2011

  • AS VIRGENS DE O
Alguns Media ficaram tão felizes com a morte de Osama Bin Laden que, por erro, anunciaram que «Obama has been shot». (A Globonews anunciou, sem mais, a morte de Obama; mas era, na verdade, uma Páscoa serôdia.) O Presidente Obama estava política e tecnicamente morto por suicídio induzido... mas a morte de Osama Bin Laden ressuscitou-o! Michelle Obama, John McCain e o meu poeta e tutti quanti pensarão: «Deus! O que 72 virgens não são capazes de fazer...»

Tristes dias, estes em que comemora-se a morte de um ser humano, e, o que é pior, existem razões de ordem da racionalidade prática para sustentar esta aleivosia contra a humanidade em e por si mesma. O que é trágico... ou será que é somente a manifestação do que poucos são capazes de ver e de sentir? Sim, será que o sentimento trágico da vida está a democratizar-se e a globalizar-se? Anuncia-se a morte dos poetas e dos sonhos, e o Ragnarök é inevitável.

  • DE NOVO: DENTE POR DENTE
Acordo. Osama Bin Laden foi morto. O Mundo está mais seguro? talvez... mas é uma grande vitória de Barack Obama, quando mais precisa(va). A tentativa de matar M. Al-Kadafi e a morte de civis líbios pela NATO [numa acção militar que viola a Carta da ONU e que constitui verdadeiro crime de guerra pois tal acção conssubstancia uma agressão ilegitima; mesmo aprovada pelo Conselho de Segurança, este tem os limites da Carta!] serão esquecidas, secundarizadas. Eu, como Sancho Panza, não creio em coincidências; mas... que estamos perante um profundo retorno civilizacional e ético, lá isso estamos.