domingo, 26 de junho de 2011

video
  • PIRATAS, PESCA E POLUIÇÃO
Não é uma apologia dos «piratas» somalis, não; é, sim, a apologia de uma verdade escondida sobre a pirataria na Somália. A ONU tem tido um papel sofrível e censurável neste e noutros aspectos: só decide agir quando os poderosos são afrontados e em razão dos interesses destes. E isso não é, de todo, digno. Mas, afinal, a ONU foi criada para quê (lembram-se)? Remeto-vos à história pós II Guerra Mundial e ao germe e real fundamento das «guerras coloniais». Esta situação somali lembra-me a resposta do pirata capturado por Alexandre Magno: «Senhor, que eu porque roubo em uma barca sou ladrão, e vós porque roubais em uma armada, sois Imperador?»

Um pirata é um pirata! Um poluidor assassino é um poluidor homicida.

Muitos não se preocuparão com este problema somali, mas deveriam. Há ainda poucos anos havia alguns metais pesados em Cabo Verde, nomeadamente o Mercúrio (que era recolhido do fundo do Mar - de um navio afundado - em pequenas quantidades para venda no exterior, nomeadamente na União Europeia); assim como há pouco tempo o Governo de Cabo Verde fez um acordo de pescas com a União Europeia para receber pouco mais de 400 mil euros para os barcos europeus pescarem nas águas territoriais cabo-verdianas (notemos que Cabo Verde tem Zona Económica Exclusiva enorme) e deixando os pesqueiros nacionais – com menos capacidade técnica – sem capacidade de pesca e o país a importar pescado...

4 comentários:

MRVADAZ disse...

Tenho a sensação de que nem sempre os nossos governantes têm a ideia dos acordos que eles assinam mas..., enfim, é a nossa boa governação!

Não sei quando mas um dia, um dia destes, este mundo vai sofrer uma reviravolta. Eu sei, eu sei e todo o mundo sabe como funciona a ONU mas, hipocritamente, calamos por circunstância da situação ou porque nos convém.

O homem é assim, não entendo muito bem a nossa racionalidade.

Virgilio Brandao disse...

Infelizmente--- os cidadãos não sabem como funciona a ONU, e muitas outras coisas e instituições. Se soubessem, o Mundo não mudaria: passaria por uma Revolução qualquer, mas não mudaria; creia-me!
Abraço fraterno

Ariane Morais-abreu disse...

De volta na Terra Longe, havia muito tempo, irmao lisboeta!!

Levantas atras da "tematica" da pirataria um problema recurrente, cronico e vital que se poe todos os dias em Cabo Verde: la pollution des eaux et le pillage institutionnel des ressources halieutiques nationales. A pirataria é uma longa historia de roubo que nunca acaba e muito tem a ver com a natureza humana. No tempo amnesico perderam os Caboverdianos a memoria dos violentos ataques dos piratas e corsaires europeus que saqueavam tudo quando arbordavam nas ilhas. Operavam para o enriquecimento "ilegal" das coroas da epoca que ainda hoje dominam o xadrez geoestrategico dos mares e mercado mundial atras de organizaçoes como a UE ou a ONU, por exemplo!! Pois, os acordos da UE com Cabo Verde em materia de pesca perpetuam esta pirataria ladrona e intensiva, explorando sem limite e dilapidando os recursos naturais que normalmente deveriam servir em primeiro lugar as necessidades da parca populaçao cv (so 500 000 hab). Infelizmente nao é o caso !! A "minguadez" das pescas locais como o aumento constante do preço do peixe, produto de base da alimentaçao dos Cv, sao a consequência directa de novas formas de pirataria institucionais. Quem controla os volumes de pesca das centenas de barcos europeus, e nao so, que infectam o espaço maritimo cv?!! Colham todo o peixe graça as novas tecnologias e largam, sempre as escondidas, os seus lixos toxicos. O episodio dos 300 golfinhos mortos nas praias da Boa Vista deixou em suspenso e en sursis muitas perguntas... Sobre a "ingerência" convidada da NATO, também muitas perguntas no ar e no mar!! Quanta a governaçao inconstitucional, irresponsavel e mesmo criminal dos governos desde da "democratizaçao" politica no que diz respeito aos bens publicos soberranos - chao, aguas e recursos naturais - mereceria ser julgada nos tribunais tendo em conta o mal e os danos que causa ao pais e seus habitantes. Também gostaria saber onde estao empregados os 400 mil eurinhos pagos pela UE ?! Perhaps na compra do novo barco o "Guardiao" que certamente encheu os bolsos de alguns comissionarios bem posicionados, que nunca tera a capacidade de vigiar toda a zona exclusiva cv, e que mais um desperdiço premeditado é. Esta a culpa na immoral incuria dos dirigentes politicos cv, na cupidez dos barcos europeus, na falsidade das relaçoes economicas, na injustiça dos acordos internacionais ou na mundializaçao da prostituiçao dos paises ?!! Pessoa ou peixe permanece a existência dos Cv uma questao de importaçao/deportaçao... Sera Cabo Verde a cona do mundo ?!!

daivarela disse...

Ver este vídeo mostra-me o quão impotente somos para proteger nossos mares.
Mas acredito que o pouco que pode ser feito deve ser feito para o bem de África, do Planeta e da Humanidade.