segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011

  • QUOTIDIANAS PRADO ROSACRUZ

Dizia o colibri das pedras e dos sonhos,
Quotidianas Prado Rosacruz:
«Que fazer com a maldade?
É difícil não ser contaminado por ela.
Mas é possível, se tens a eternidade como aio.
A eternidade vê tudo.
Ela estende as suas mãos como o pó,
como o mar, como a beleza
do infortúnio.»
--- Virgílio Brandão

Sem comentários: