terça-feira, 6 de Abril de 2010

| VOZES DE ATENTAR

Dou-te tudo o que tenho e sou, e depois recolho-te — diz o Amor.

Imagem: Allegory of Sculpture, Gustav Klint, (1889)

Sem comentários: