sábado, 10 de outubro de 2009

  • DE PRIMAVERA
En un carro triunfal hecho de auroras,
y envueltas en flotantes muselinas,
con impudor de audacias femeninas
han llegado las nuevas doce horas.

El viejo de las frígidas doloras,
lloradas en letales sonatinas,
va huyendo, incorruptible en sus neblinas,
de las doce muchachas pecadoras.

¡Una orgía de luz! ¡Hoy se ha llenado
de músicas el nido fecundado!
Y el cantor de selváticos poemas,

heraldo de los sueños germinales
anuncia en sus pregones orquestales
¡El reventar glorioso de las yemas!
----- Evaristo Carriego
.
Imagens: Algures de Angola...

4 comentários:

Jessica disse...

VB, a Beleza Africana e a Crioula é linda demais, até que doi de ver, ou não?

E o resto são tretas.

P.S. Por anda o nosso Joninhas? Sodadi del...

jokinhas

;)

Virgílio Brandão disse...

Não sei se dói, mas que é bela, é!

O resto? O que é isso, Jéssica? A diversidade da beleza é uma das maravilhas do Mundo.

O peixe? Anda no aquário, ou no bestiário... acho. Faz-lhe uma visita, no aquário ou no facebook. Sabes que ele te admira...

Kisses

Jessica disse...

A sério, VB?

Porque ele não mo diz, directamente?

Kisses

Virgílio Brandão disse...

Ya! Sêrio mê.

Não tenho nem uma pista... deve ser coisa de peixe, pelo que deverás tomar alguma iniciativa (lembre-te de Maóme!).

:-)