quarta-feira, 9 de setembro de 2009


  • CAN WE DO EVERYTHING AGAINTS HIV-AIDS?

    In Bed with Hitler. Does the german educational campaign «AIDS is a mass murderer» makes sense? It looks like to have a good intention, but to have a good intention does not mean that it´s good or appropriate. It remembers me the words of the roman iurisconsultus Paulus who said that nom omne quod licet honestum est, i.d., «Not everything that is allowed is fair» (Digesto, Ad Edictum, LXII). The promoters may have forgotten the boomerang effect of the campain… I guess. I hope I may be wrong on this!

    Barbara Hans wrote an article on Der Spiegel that is worth reading. Phantoms must be exorcized, but there are some things that should be keept at the boredom of history. Everything is not allowed, at least it should not… in Portugal, for instance, it would be illegal. But freedom is just that: to do what we want to. But… this is a question of morals, fundamentals of principles as it is said by John Finnis.

6 comentários:

Jonas disse...

Worth reading, old chap,...worthy of a reading? nope!
Este blogue está cada vez mais intrincado...tem ki puxa pa kabésa tcheu pa mode di ntendi bô!
É do caraças!
Beijão às babes!

Virgílio Brandão disse...

Thanks, brother! :-)

Intrincado?...
É verdade: Por onde andam as babes?
:-)

Jonas disse...

Porra pá!
Fizeste-me ir ao dicionário on-line para confirmar que a palavra intrincado existe logo agora que me sentia culturalmente superior e longe de sta só na manda bôka!!!
As babes fogem de ti por causa das imagens da tanga tens que publicar mais poesias ou então não sei.
As gajas são imprevisiveis meu bué

Virgílio Brandão disse...

Peixinho,
não percebi o que está intrincado meu... just that. Não é a palavra, é substância do que está intrincado (não é estar na barriga da baleia, é saber porque se lá parar!).

Pois, as babes; é como dizes... e sabes do que falas pois vives num aquário. Deus, não me digas que não gostas do Giger, criador de das imagens fabulosas de filmes como Dune, As Crónicas de Riddick, Alien...

Coloca um superlativo nisso, ó meu! Mas, o que é lixado mas verdadeiro, não é que quando se queixam têm, em regra, razão?

Então, sobra o refresco! Eh, eh
:-)

Mas faço-te a vontade, segue um poema... emagrecendo a força gráfica.

Nita disse...

Oh! Joninhas.

As babes a "fugirem" do Virgílio Brandão? ha ha hahahahahahahhahha
Ah! Eu é que não te julgava com a "mente" (desculpa-me)...as guelras tão intrincadas para supores coisa semelhante.
Vê lá se isso é areia a mais no fundo do teu aquário.
Respira fundo e DIAS BONS.

Virgílio Brandão disse...

Ai Anita!...
Eh, eh
:-)