segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

  • O FIM DE UM TEMPO TOLERÁVEL
George W. Bush teve uma despedida inusual em Bagdad, Iraque. Um jornalista, num acto de summa afronta, resolveu atirar os seus sapatos ao Presidente norte-americano. Um episódio triste, mas que revela, como disse o jornalista, que this is the end, não somente da presidência errática de George W. Bush mas de uma era de jornalistas probos e de um relacionamento de confiança dos Serviços Secretos com os media presentes em conferências de imprensa.

Salva-se o bom humor do Presidente Bush – “tudo o que posso dizer é que era um número 44” – disse, em reacção ao acto hediondo do jornalista.

4 comentários:

João Branco disse...

Lá estão os exageros! Segundo li, o número era o 43! hahaha

Virgílio Brandão disse...

Pois... João, I looked at my shoes...
Abraço fraterno

Ariane Morais-Abreu disse...

Porque um episodio triste?? O show do "bouffon de service" acaba aqui em "rebondissement vaudevillesque"!! Quando o absurdo (da situaçao no Irak) encontra o grotesco (da presidência americana) voa sapato e leva na cara todos os horrors cometidos...

Anónimo disse...

Pena o homem não ter os pés do Bana e uma boa pontaria...