sábado, 17 de janeiro de 2009

  • ASSALTO DE ALMA

Pode-se até viver para sempre, mas nunca se é bela para sempre; a natureza não é domável. Lembrei-me, agora, de «Olhai os Lírios do Campo» de Érico Veríssimo...

  • Imagem: TiffanyMulheron

2 comentários:

Nita disse...

É pura verdade, Virgílio.
Olhando-me ao espelho, indago-me:
Ah!!! Beleza dos meus vinte anos. Para onde foram???
Mas...conservo e DESENVOLVO a BELEZA da Alma.
A minha avó, dizia:
- "Ca tem nenhum seda que ca ta bai pa muntrer".
Entendes?

Virgílio Brandão disse...

A beleza dos vinte anos viajou para a alma - o único local onde tem sentido.

Pois... as avós.