sábado, 10 de janeiro de 2009

  • LIVROS QUE MERECEM SER MAIS DO QUE SER LIDOS

Vou tomar a liberdade de aconselhar aos leitores de Terra-Longe alguns livros lúdicos e não lúdicos. Começo por uma obra seminal na teoria jurídica do Século XX: Teoria de los Derechos Fundamentales de Robert Alexy. É, para mim e neste momento, difícil conceber uma visão global e sustentada dos direitos fundamentais da pessoa humana e da ciência jurídica sem ler-se esta obra.

Para os que não se interessam pelo direito, aconselho um dos livros mais extraordinários do romantismo alemão: Werther de Göethe. A love story, pois claro… Boa leitura!

  • Imagem: Catedral Gótica de Terragona, Espanha

2 comentários:

Joshua disse...

Uma história um bocadinho dramática, não achas? O sofrimento do jovem Werther só termina com um tiro na cabeça e ainda por cima com a arma do marido da amada. Completamente over the top para o meu gosto.
Para mim Werther só mesmo o dos caramelos docinhos, docinho. ;)

Virgílio Brandão disse...

Bem, Joshua, para ti, então, aconselho «Lucinda», de Schlegel.

É que, como diria o meu poeta, os seres amados acabam por desertar-nos. Estranho o meu poeta, não?...

:-)