sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

9 comentários:

Nita disse...

permite-me dizer-te:
Neste poema, encontro uma notória capacidade sinestésica, envolta de um embasamento sólido, associado a um certo misticismo...
Continua !!!

Virgílio Brandão disse...

Gracias Anita,
haja quem goste da minha poesia.

:-)

Jonas disse...

Momento histórico!!! Hoje consegui o chamado dois em um...eh pá é que não percebi nada do poema, o que já é normal, mas ainda por cima também não percebi nada do comentário feito ao poema. Acreditem que tentei. Até fui ao google ver o que era midgard e o om e o caraças mas nada, nicles. E eu até acho que o meu cérebro é sólido mas se calhar falta-lhe o embasamento necessário, não será?

Virgílio Brandão disse...

Jonas, um eu percebo: a tomada de posse do Obama é histórico. O outro, meu Caro profeta, não sei. Estamos quites. Eh, eh…

Jonas, Midgard é, a modo simples, «Terra» na mitologia nórdica… O local em que Odin exilou o seu filho Thor, o Deus do Trovão. Tolkien, de certo modo, retoma esta ideia da mitologia nórdica no «O Senhor dos Aneis».

E «Om» é o mantra fundamental do hinduísmo. Olha, lê «Shidartha» do Herman Hesse, um livro fantástico em que se narra o caminho da iluminação do Buda e em que a ideia do Om tem um papel fundamental.

Não te preocupes, ó Jonas; não há nada de mal com teu cerébro. E depois, não sei… se calhar o Google tinha ou foi de férias. Lol

Cuida-te! Ah, por vezes penso: como é que a coelhinha não come o peixe?
Anita… olha lá o Jonas…

Nita disse...

Jonas, AMIGO,
acredito que tenhas deixado teu cérebro, algures...
Ainda podes ir aos Serviços de Perdidos e Achados. Quem sabe, ali o encontres? Ou então, se o possuis, não te preocupes. Para alguma cousa ha de te valer.
Mas sabes! Nem TUDO O QUE POSSUIMOS É PRECIOSO.
PS:
Ah! O GOOGLE, 'já regressou de férias. Pelo menos, vi-o passar por cá E, PEDE PARA ENTRARES EM CONTACTO COM ELE. ha ha ha ha ha

Virgílio,
Lembra-te:
- Jesus disse: 'Ajudemos o nosso próximo" Podemos fazê-lo, não é verdade"?

Nita disse...

ha ha ha ha ha .....
Há Cultura e Agricultura.

Jonas, AMIGO,

o Google já regressou de férias.
Pede-te para entrares em contacto com ele. HA HA HA HA HA
Quanto ao teu cérebro, ainda vais a tempo.
Dirija-te aos SERVIÇOS DE PERDIDOS E ACHADOS.
Como és figur(a)inha pública, guardaram-to ali concerteza. ok?
ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha

Virgílio,
Jesus disse:
Ajude o teu próximo.
Fazei o BEM, sem olhar a quem.
Lembremos também do nosso Jonas!

Virgílio Brandão disse...

Anita, Anita…

A tua anotação é engraçada, fez rir… muito. Mas olha que estás a ser durinha com o Jonas – sem razão, pois tentou perceber o meu poema; facto que me deixa around contentement. Ainda vem aí a coelhinha roedora ou o peixinho e aí é que são elas.

Sabes que o Jonas, o que dá nome ao Jonas era, além de muito teimosa (casmurro mesmo) era Careca? Se leres a sua história do homem às portas de Ninive perceberas isso – quase que ficava com o cérebro torrado…

Já sei: toca a ler o Livro de Jonas… para matar o frio holandês.

Noite boa

Jonas disse...

Virgílio, obrigadão pela força.
Quanto ao Shidharda não te prometo nada. Dá-me ideia que deve ser um livro meio parado e para além disso agora ando a ler um livro espectacular mesmo que te aconselho desde já. Eh pá, é o Código Quique. O livro está demais desde que comecei que não o largo. Depois do leres diz qualquer coisa.
Anita. O que é que eu posso dizer? Para ti e sempre que quiseres posso ser o teu peixe palhaço.

Fiquem!

Virgílio Brandão disse...

Jonas: :-)

Olha, que o livro é fantástico (a parte do relacionamento amoroso de Shidartha com uma cortesão é interessante...); irias gostar de ler.

Sobre o book do Quique... não está nas minhas prioridade de leitura mas poderei dar uma vista de olhos nele e se se revelar interessante, porque não lê-lo - ainda que em fast reading?

Com que então do glorioso, hem?

Cuida-te e pede a YHWH para não deixar os niños do Quique tropeçar amanhã.
:-)