domingo, 2 de novembro de 2008

  • O SOCIALISMO DE JOHN McCAIN E SARAH PALIN
John MacCain e Sarah Palin chamam o seu adversário presidencial de socialista – mas o que querem dizer é comunista. É só o que vêm da ideia de distribuir a riqueza criada de forma equitativa.

Sim, quando John MacCain e Sarah Palin chamam Barack Obama de «socialista» é em Joseph Estaline, Mao Tse Tung, Kim Il Jong e Fidel Castro que ele estão a pensar e querem que o povo eleitor pense; na ideia de economia centralizada, de Estado interventor e regulador, de distribuição equitativa da riqueza...

E gerações de americanos – e John McCain é dessas gerações - ainda sentem na pele o medo do papão vermelho; por essa razão é que as sucessivas administrações, desde JF Kennedy, têm mantido o injustificado embargo à Cuba.

Com isso, talvez, consiga muitos votos entre os exilados de little havana e outros latinos, os americanos de origem asiática e a geração mais velha e do interior mais interior do país. o que, bem feitas as contas, têm um peso muito maior do que a comunidade esclarecida do país e fora do establishment republicano. Barack Obama tem consciência disso e não desarma, mesmo com as sondagens favoráveis.

Ser cognominado de «socialista» não é, ao contrário do que parece, um juízo sobre as ideias económicas de Barack Obama – nomeadamente na questão tributária – nem um elogio; é, antes e mais que tudo, uma estratégia eleitoral de comunicação bem conseguida. É, sem dúvida, uma boa cartada de John MacCain – menos evidente, é certo, mas melhor, muito melhor do que o equívoco e erro de casting chamado Sarah Palin.

  • Imagem: Mao Tze Tung, Andy Warhol

2 comentários:

Ariane Morais-Abreu disse...

A definiçao das palavras pode ser diametralmente oposta de um lado para outro. Por isso consideramos todo este vocabulario com muita cautela. Esta muita po ainda nas prateleiras!!

Virgílio Brandão disse...

O pó assenta, sempre.